UM ANO, CINCO MESES – YES, I CAN

Um ano e cinco meses, hoje, desde a cirurgia. Muito mais motivos a comemorar do que lamentos para elencar. Continuo

CRÔNICAS DE UMA VIDA QUALQUER.

Era um dia frio. Talvez houvesse um bom lugar para ler um livro, mas ele não tinha tempo. Nem vontade.

Desvios de Rota.

No status, “Deus é Amor”; na vida, total inércia afetiva. Afinal, só Deus precisa ser amor. No adesivo do carro,

O Cinismo, a realidade, a fé, o Pregador e a inutilidade útil.

“Que grande inutilidade! Que grande inutilidade! Nada faz sentido! ”, já dizia o antigo Pregador, no famoso, confuso, humano e

EM FRENTE…

02 de junho. 2017. Dezesseis meses. Um ano e quatro meses desde que tomei a mais radical das minhas decisões.

É mau, mas é só humor.

Talvez seja só o clima. Quente, abafado, sem chuva, sem vento, sem brisa. Ou, talvez, apenas falta de organização no