Tags 2: CINEMA E SÉRIES – Filmes e seus Adjetivos.

Uma Tag antiga, pelo que andei pesquisando. Mas, como eu sou muito fã de nadar contra a maré e também absolutamente contra seguir tendências enquanto elas ainda são tendências, vou postar.

Até porque, o espaço parece ser meu, apesar de eu ter que pagar por ele todo mês. Então eu posto o que vier em mente.

Às vezes.

Fiz uma pequena adaptação ao desafio. Como assisto a muitos filmes, eu perderia anos da minha vida tentando responder a qualquer questão das que seguem abaixo e não conseguiria. Então eu limitei os filmes aqueles que assisti em 2017. Neste momento, são 252 filmes assistidos. Quando o post for ao ar, certamente serão mais filmes, mas todas as escolhas se deram entre estes 252 filmes.

Bem, a ideia da tag é esta:

Quais filmes você associa aos seguintes adjetivos? Procure fazer a brincadeira em brainstorming, usando a primeira resposta que lhe vier à cabeça. Cite:

1 – Um filme elegante:

Mr. Holmes (2015)

sr-holmes-plano-critico-600x400
Sir Ian McKellen em Mr. Holmes.

 

Ian McKellen já torna qualquer filme elegante por si só. Mas o filme é de uma total classe. Uma grande homenagem ao famoso e cultuado detetive.

____________________________________________________________________________________________

2 – Um filme honesto:

Blue Jay (2016)

bluejay_03-h_2016
Blue Jay

O filme é honesto porque sua realidade é palpável, apesar de, muitas vezes, improvável. É de grande sensibilidade justamente por cativar no espectador um vislumbre dessas linhs de tempo alternativas onde o argumento do filme poderia acontecer.

___________________________________________________________________________________________

3 – Um filme inesquecível:

This is It (2009)

this-is-it-mj
MJ, lendário.

É inesquecível porque Michael Jackson é inesquecível. Outros filmes poderiam estar aqui. Mas o documentário ganhou a honraria pelo seu saudoso e genial protagonista.

____________________________________________________________________________________________

4 – Um filme grandioso:

…E o Vento Levou (1939)

484503318491a47512acbjpg145355214256a3720ec2c1f
…E o Vento Levou (1939)

É grandioso em tudo! História, personagens, atores, duração, fotografia. É um filme gigantesco!

____________________________________________________________________________________________

5 – Um filme sensível:

Um dia (2011)

Um-dia-Foto-1
Um filme que te pega de jeito…

Estamos em Maio e este continua sendo o melhor filme que assisti no ano. Falou bastante comigo, apesar de ter encontrado nele apenas semelhanças conceituais. É de uma sensibilidade ímpar, uma história para ver e rever, chorando rios.

____________________________________________________________________________________________

6 – Um filme inteligente:

O Predestinado  (2014)

Predestination-2014-Free-Full-Movie-Download
Absurdo!

Um filme absurdo. A verdade é que ele deveria estar na próxima linha. Mas o filme é tão absurdamente inteligente em seu roteiro e no desenrolar do mesmo que é impossível que haja sequer um vislumbre de sanidade neste roteirista.

____________________________________________________________________________________________

7 – Um filme surreal:

Alphaville (1965)

maxresdefault
Godard doidão…

Talvez, qualquer coisa que venha de Godard seja surreal. Mas, neste aqui, ele se supera. Apesar da temática ser recorrente, um tipo de distopia em que o mundo surreal se levanta a partir de regramentos absurdos, neste filme, realmente ele passa dos limites.

____________________________________________________________________________________________

8 – Um filme gelado:

Expresso do Amanhã (2013)

expresso-do-amanha
O Capitão não curtiu essa referência.

Brinquei com a ideia porque não sei, ao certo, se o gelado refere-se ao clima, aos valores, fotografia, enfim. Talvez, também, seja a única chance de esta bomba estar em alguma lista.

____________________________________________________________________________________________

9 – Um filme esquecível:

Missão Moedas (2017)

vlcsnap-2017-01-11-15h04m28s497
Missão: Bomba!

Falando em bombas, a Gloriosa Netflix caprichou nesta atrocidade. O pior filme que vi no ano. E eu vi filme ruim!

____________________________________________________________________________________________

10 – Um filme maldoso:

Filhos da Esperança (2006)

19887017.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx
Filmaço do Cuarón!

Maldoso? A história é uma história de maldades. De crueldade humana em busca de um controle que não deveria ter. De esperança a partir de algo que deveria ser cotidiano. A exploração das maldades transborda em tempos de crise.

____________________________________________________________________________________________

11 – Um filme intenso:

Batman The Dark Knight Rises (2012)

maxresdefault (1)
Bale e Nolan: Que homens!

Apesar de achar o mais fraco da trilogia Nolan, é um filme bastante intenso, do início ao final. E é grande. Então, haja intensidade!

____________________________________________________________________________________________

12 – Um filme delicado:

O Maravilhoso Agora (2013)

19533749_20130625222825395
Duas estrelas em ascensão.

Mais um da série de filmes minimalistas que chamam a atenção pela simplicidade e delicadeza. Uma relação improvável, mas bem construída. Apesar de ter uma temática clichê, ela se desenvolve de uma forma muito legal.

____________________________________________________________________________________________

13 – Um filme minimalista:

Mundo Ordinário (2016)

img
OK, Billie é um cara legal. Mas quem se importa, se tem Selma Blair?

Este filme não parece pertencer ao mundo dos filmes grandiosos. Apesar de ter no seu elenco o  Billie Joe Armstrong e a maravilhosa Selma Blair e contar uma história muito comum no meio.

____________________________________________________________________________________________

14 – Um filme nostálgico:

Quase Famosos (2000)

8ce12931-b41b-4aa6-a601-7113d65b8ee2
Uma galera do barulho, aprontando altas confusões!

É Crowe quase se biografando e acabando por trazer cheiro de nostalgia para muitos de nós que trabalhamos com música. O filme é uma sucessão de acontecimentos que são parte da vida de todo músico: Banda, certa fama, rachas, discussões, relacionamentos, encontros e desencontros. Ah, tem a parte das drogas, conflitos ideologicos, traições. É um filme com cheiro de memória.

____________________________________________________________________________________________

15 – Um filme perturbador:

O crepúsculo dos deuses (1950)

crepusculo-dos-deuses
Gloria Swanson está insana neste filme.

Toda evolução traz consigo aqueles que não conseguem se adaptar e que, como zumbis, tentam se manter caminhando, mesmo depois de abatidos. E mesmo que isso leve à insanidade.

É um filmaço. A metalinguagem fala muito mais do que o roteiro em si. Em relação ao próprio filme. Mas em relação à vida, também.

____________________________________________________________________________________________

16 – Um filme feliz:

As novas aventuras do Fusca (1974)

apontadl_img_destacada5
Herbie toca o terror nos gananciosos.

Um filme do tempo em que a inocência podia ser levada às telas sem maiores problemas e onde mesmo a maldade era, no máximo, comédia.

____________________________________________________________________________________________

17 – Um filme sujo:

Columbus Circle (2012)

columbus-circle-scene
Amy e Selma são divinas e altamente talentosas. Assim como subestimadas.

Um filme sobre sujeira, engano, com lances muito bem bolados e que mostra um pouco daquilo que a ganância pode fazer com o ser humano.

____________________________________________________________________________________________

18 – Um filme inspirador:

Coragem em campo (2015)

kgWu2V8jV822J7WOYClz3UDZ7Wa
Esses caras…

Que filme, senhoras e senhores! Que filme! Nunca ouvi falar do mesmo. Mas é uma história comovente. E um tapa na nossa face. Nas duas, provavelmente.

____________________________________________________________________________________________

19 – Um filme assustador:

O Silencio dos inocentes  (1991)

552893
Mr. Lecter da Máscara de Ferro.

Talvez não haja filme de terror que venha a superar este suspense. Samara vira desenho animado de crianças felizes perto do senhor Lecter. É mais assustador ainda pensar que isso pode estar acontecendo agora, em qualquer lugar do mundo.

Porque o ser humano é capaz disso.

____________________________________________________________________________________________

20 – Um filme excitante:

Amizade Colorida (2011)

capa-42-e1474036610158
#censurado

Seria muita obviedade falar algo além do título. E poderia soar comprometedor, de uma forma falaciosa.

____________________________________________________________________________________________

21 – Um filme escandaloso:

A garota no Trem (2016)

maxresdefault (2)
Emily Blunt se metendo em confusão.

Um grande filme, um escandalo após o outro e muito a pensar sobre os motivos que levam a uma história dessas ser contada.

____________________________________________________________________________________________

22 – Um filme hilário:

7 Psicopatas e um Shi-tzu (2012)

af_50e5cc263be53_500
Bem bolado!

Divertidíssimo. Bem bolado, bem interligado, bem pensado. Não tenho gostado de comédias, mas esta é muito divertida, mesmo!

____________________________________________________________________________________________

23 – Um filme cansativo:

Transcendence (2014)

transcendence-4
Ele cansa aos outros e parece cansado.

Mister profundo tem afundado na cena artística. Holywood cansou de Deep. E ele nos cansou neste filme, grande demais para uma história interessante, mas que se perde em em meio a uma grande quantidade de… nada!

____________________________________________________________________________________________

24 – Um filme mentiroso:

Namorada de Aluguel (1987)

cpjdx4sqddq4lc2pni6e3yey6
Ah, Cindy… Eu não estou, mas já quis estar, Ronald.

É um dos meus filmes favoritos. Mas é uma série infindável de mentiras que nos são expostas desde o início e que, por simpatia aos protagonistas, compramos.

Mas, talvez, a maior mentira tenha sido acreditar que podiamos ser namorados de Cindy Mancini.

Aliás, se me perguntarem, eu ainda direi que fui.

____________________________________________________________________________________________

25 – Um filme calculista:

Contra o Tempo (2011)

preview.medium
Supresas ou não?

Mais um filme de uma temática que me encanta, muito bem amarrado, muito bem pensado.

Apesar de que, com 20 minutos para o término, já é bem óbvia a conclusão da história. Mesmo assim, é bem amarrada.

____________________________________________________________________________________________

OUTRAS ORIENTAÇÕES

Não poderia haver filmes repetidos. Uma pena.

E a tag foi criada pelo canal MEUS 2 CENTAVOS.

Comentários

Comentário