A primeira visita à Arena e minha relação conturbada com o Futebol… ou seria com o ser humano?

Era 8 de dezembro de 2012 quando o Grêmio vencia Hamburgo, novamente pelo lendário placar de 2×1, inaugurando, com estilo e nostalgia, a chamada Arena do Grêmio. Foram quatro anos e três dias até que eu colocasse meus pés no novo estádio pela primeira vez. E o jogo não poderia ser mais o meu perfil: …

Continue Lendo!

Acabou.

O mundo cria problemas e depois tem dificuldade em resolvê-los. O mundo molda heróis para, mais adiante, inventar armas que possam destruir estes mesmos heróis. Não precisamos de heróis. Na verdade, não merecemos heróis. O esporte, talvez, seja o maior berçário de heróis do mundo. E também é o maior cemitério dos mesmos. Em sua …

Continue Lendo!

Sobre(os)Naturais

Fernandão era uma entidade. Algo quase inexplicável no meio do futebol. Como gremista, minha tarefa maior era odiar o ídolo colorado, afinal, faz parte da passionalidade futebolística imposta por parte da torcida. Nunca o fiz. Assim como, sendo gremista, sou grande fã de D’alessandro, Fernandão me encantava (boicotem meus textos agora) pelo futebol, mas principalmente …

Continue Lendo!

Bem-vindo!

O ano era 1995. Depois vieram os anos seguintes. Mas, em 1995 era a badalação total. Melhor time do Brasil, melhor time das Américas, quase o melhor do mundo, segundo alguns. Os ídolos eram Paulo Nunes, Jardel, Felipão, Carlos Miguel, Arce, Adílson, Danrlei. Era uma máquina de vencer jogos. Não sei se de jogar futebol, …

Continue Lendo!