642.119 – Sobre conversas inesperadas…

Não tinham trocado uma palavra desde que ele chamara o táxi até aquele momento. O silêncio dentro do veículo era

642.118 – Enclausurado

Certa vez, fiquei doente por três meses seguidos. É certo que, dentre os poucos que leem as atrocidades que escrevo,

642.117 – Sobre sonhos e histórias…

– Uma máquina do tempo! Eu preciso de uma máquina do tempo! Eu preciso voltar lá, agora! – Senhor, isto

642.116 – O Ponto…

Esperando pelo ônibus, que estava atrasado como sempre, ele sentou no banco da estação. Observava as pessoas indo e vindo,

642.115 – O posto

Não tenho uma árvore favorita. Gosto de árvores. Todas elas. Principalmente aquelas que têm histórias centenárias. Ah, se árvores pudessem

642.114 – Como?

Como as coisas deveriam ser, afinal? Sim, todas as coisas! Bem, nem todas, tudo bem. Aquelas que vemos como incorretas,